Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4444
Title: AS TVS UNIVERSITÁRIAS NO CONTEXTO DAS INDÚSTRIAS CULTURAIS E MIDIÁTICAS: O DESAFIO CONCEITUAL E A BUSCA DE UM MODELO
Issue Date: 28-Mar-2016
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: SOUZA, A. P. V., AS TVS UNIVERSITÁRIAS NO CONTEXTO DAS INDÚSTRIAS CULTURAIS E MIDIÁTICAS: O DESAFIO CONCEITUAL E A BUSCA DE UM MODELO
Abstract: Este trabalho pretende mostrar a importância da TV Universitária do ponto de vista da garantia de direitos, quais sejam, o direito à informação, à comunicação e à educação, e do ponto de vista social, enquanto instância que pode contribuir para a democratização da comunicação e para a constituição da cidadania ativa dos indivíduos. Sendo assim, considerando que a TV Universitária é um veículo de comunicação instituído no âmbito de uma instituição de Educação, a proposta é analisá-la situada na interface dessas duas áreas: Comunicação e Educação, entendidas sob a perspectiva da Educomunicação. Esta perspectiva é a oposta do que aqui se chama mídia comercial, ou seja, aquela que está preocupada unicamente com o lucro gerado pelos veículos. Tendo em vista esse paradoxo e a TV Universitária como objeto de estudo inserido neste contexto, chega-se, então, à seguinte problematização: como a TV Universitária pode se constituir em um modelo de contraponto à televisão comercial característica das Indústrias Culturais e Midiáticas? A partir dessa discussão, o objetivo geral da pesquisa é compreender a TV Universitária em sua totalidade, esclarecendo sua constituição legal, administrativa, financeira e as lógicas que a regem, a fim de explicar a sua forma de atuação e buscar modelos possíveis para sua constituição enquanto televisão de vocação pública, comprometida com os valores da Educomunicação e a promoção da cidadania. O trabalho situa-se na linha de pesquisa Comunicação e Poder, do mestrado em Comunicação e Territorialidades da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), na medida em que propõe uma análise de um tipo de dispositivo midiático comunicacional, observando de que forma ele impacta o contexto social, econômico e político em que está inserido. Para tal, o método utilizado é o estudo de caso de seis televisões universitárias de universidades federais, tendo como ferramentas o levantamento bibliográfico, questionários respondidos por pessoas que tiveram experiências práticas nos casos selecionados, análises de exemplos, de dados e de documentos coletados. Entre as principais referências bibliográficas utilizadas, tem-se como aporte teórico da Educomunicação Paulo Freire (1977, 2006, 2011, 2013), Jesús Martín-Barbero (2013, 2014), Ismar de Oliveira Soares (1999, 2000, 2011, 2014); das teorias das Indústrias Culturais e Midiáticas, os textos clássicos da Escola de Frankfurt, de Walter Benjamin (1961), Theodor W. Adorno (1963, 1974, 1987, 2006) e Max Horkheimer (1947, 1987) e da Economia Política da Comunicação, Sérgio Caparelli (1982), Valerio Brittos (2001, 2007), Sérgio Mattos (2010), César Bolaño (1988, 1999, 2007, 2010, 2012), Edgard Rebouças (1999, 2005), Othon Jambeiro (2001, 2008) e Venício Lima (2001, 2011); e também Henrique Bustamante (1999), Vincent Mosco (2009), Janet Wasko (2005). Ao final, pretende-se indicar modelos possíveis para a constituição das TVs Universitárias e de que forma esse veículo pode se consolidar e expandir seu potencial de atuação.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4444
Appears in Collections:POSCOM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File SizeFormat 
tese_9625_VERSÃO FINAL-Ana Paula Vieira de Souza Dias-OK.pdf1.86 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.