Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5060
Título: Mapeamento da vegetação urbana e distribuição espacial e temporal de ilhas de calor
Autor(es): Oliveira, Felício Santos de
Orientador: Santos, Alexandre Rosa dos
Coorientador: Silva, Aderbal Gomes da
Palavras-chave: Cobertura vegetal
Geotecnologias
Vegetation cover
Urban forests
Thermal comfort
Geotechnologies
Data do documento: 13-Mar-2015
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: O crescimento urbano desordenado e as ocupações irregulares da terra dificultam a execução de planejamentos adequados que viabilizem a integração das áreas construídas e vegetadas, provocando a depreciação da qualidade de vida nas cidades. As transformações das superfícies dos solos são responsáveis por profundas mudanças no balanço de energia, causando, dentre outras consequências, influência na dinâmica do movimento do ar, aumento da temperatura nas cidades e o fenômeno das ilhas de calor. O conjunto da vegetação em ambientes urbanos contribui para a melhoria da qualidade ambiental e manutenção do equilíbrio ecológico. Neste contexto, o presente trabalho teve como objetivo mapear e identificar a vegetação urbana da cidade de Vila Velha, localizada na região metropolitana da Grande Vitória, ES, e analisar os benefícios por ela proporcionados, sobretudo em relação ao efeito nas ilhas de calor. O trabalho foi dividido nas seguintes etapas metodológicas: a) mapeamento da vegetação urbana por fotointerpretação em tela; b) identificação e espacialização das áreas verdes; c) cálculo de índices de qualidade ambiental; d) aplicação de um algoritmo e técnicas de sensoriamento remoto para obtenção da distribuição da temperatura da superfície terrestre do município de Vila Velha; e f) avaliação ecológica das ilhas de calor no município de Vila Velha, em 16 datas entre os anos de 2008 e 2011. Como resultados foram obtidos 20,86 km² de vegetação urbana distribuídas em 16 classes, 42 espaços livres e 09 áreas verdes na cidade, bem como um Índice de Áreas Verdes (IAV) de 17,56 m²/habitante. Obteve-se ainda um coeficiente de correlação positivo entre os valores de Temperatura da Superfície (Ts) e o Índice de Áreas Construídas por Diferença Normalizada (NDBI), sendo observado e registrado um acréscimo de no mínimo 2,34°C das áreas urbanizadas em relação ao seu entorno não urbanizado.
The urban sprawl and the illegal occupation of land hinder the implementation of appropriate plans that enable the integration of the built and vegetated areas, causing decreased quality of life in cities. The transformation of the soil surfaces are responsible for profound changes in the energy balance, causing, among other consequences, influence the dynamics of air movement, temperature increase in the cities and the phenomenon of urban heat island. The set of vegetation in urban environments contributes to the improvement of environmental quality and maintain ecological balance. In this context, this paper aims to map and identify urban vegetation of the city of Vila Velha, located in the metropolitan region of Greater Vitória, and analyze the benefits provided by, especially in relation to the effect on the urban heat island. The work was divided into the following methodological steps: a) mapping of urban vegetation by photo-interpretation on screen; b) identification and spatial distribution of green áreas; c) calculation of environmental quality indices; d) application of an algorithm and remote sensing techniques to obtain the distribution of surface temperature; f) ecological assessment of Vila Velha urban heat island on 16 dates between the years 2008 and 2011. The results met 20.86 km² of urban vegetation distributed in 16 classes, 42 open spaces and 09 green areas in the city and a Green Area Index (GAI) of 17.56 m²/habitant. It is yet obtained a positive correlation coefficient between the values of land surface temperature (LST) and Normalized Difference Built-up Areas Index (NDBI), was observed and recorded at least an increase of 2.34 °C urbanized areas relative to its surroundings not urbanized.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5060
Aparece nas coleções:PPGCF - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_8564_Dissertação_Felício S. Oliveira.pdf2.46 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.