Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/546
Title: Caracterização morfodinâmica do litoral Norte Fluminense, RJ, Brasil
Other Titles: Coastal morphodynamics of the northern Rio de Janeiro State, Brazil
Authors: Bastos, Alex Cardoso
Silva, Cleverson Guizan
Keywords: Praias;Mobilidade da linha de costa;Variação temporal de perfis de praias;Parâmetros morfométricos;Morfodinâmica de praia;Beach morphodynamics;Shoreline mobility;Beach profile changes;Morphometric parameters;Beaches
Issue Date: 2000
Citation: BASTOS, Alex Cardoso; SILVA, Cleverson Guizan. Caracterização morfodinâmica do litoral Norte Fluminense, RJ, Brasil. Braz. j. oceanogr., São Paulo, v. 48, n. 1, p. 41-60, 2000. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/bjoce/v48n1/04.pdf>. Acesso em: 25 jan. 2011.
Abstract: A morfologia das praias é reflexo da ação hidrodinfunica com o tipo de sedimento disponível. Esta interação se dá a partir da base de ação das ondas, tornando-se mais efetiva na zona de arrebentação onde a energia é dissipada, originando na zona de surfe que se estende em direção à linha de costa até Q limite do espraiamento na face de praia. O objetivo deste trabalho é apresentar as características morfodinâmicas do litoral NE do Estado do Rio de Janeiro, baseando-se na análise da variação espaço Hemporal de perfis de praia, na morfologia da plataforma continental e em fotos aéreas. Os perfis de praia foram levantados durante cinco anos pela PETROBRÁS S/A, em oito estações ao longo do litoral. O comportamento morfodinâmico distinto de setores do litoral estudado é função do padrão de ondas e direção da linha de costa, morfologia da plataforma interna controlando a extensão da zona de surfe e o número de zonas de arrebentação, características dos sedimentos e gradiente da face de praia. Foram reconhecidos quatro compartimentos morfodinâmicos distintos, com base na morfologia dos perfis praiais e plataforma interna, no índice de mobilidade da linha de praia, granulometria x gradiente da face de praia e o parâmetro Q. Os quatro compartimentos são: Atafona/Foz do Rio Paraíba do Sul - estágio morfodinâmico intermediário a dissipativo, com o maior índice de mobilidade e elevada taxa de erosão; Sul de Atafona-Cabo de São Tomé - estágio intermediário a refletivo com baixo índice de mobilidade da praia; Cabo de São Tomé - estágio refletivo a intermediário com alto índice de mobilidade da praia; Cabo de São Tomé-Cabiúnas - estágio refletivo com baixo índice de mobilidade.
ABSTRACT Beach mQrphology reflects the interaction between hydrodynamic conditions and sediment type. This interaction begins at the wave base, being more effective at the breaker zone where energy is dissipated, originating a surf zone and extending shoreward, up to the swash limit. The goal of this paper is to present the morphodynamic characteristics of the NE littoral of Rio de Janeiro state, showing an analysis based on temporal and spatial variability of beach protiles, morphology of the continental shelf (bathymetric map) and aerial photos. The beach protiles were taken during tive years by PETROBRAS (Brazilian 'Petroleum Co.) along 8 different beaches. Differences in morphoqynamic behavior along the study coastline are dependent 00 the interplay amoog different wave patterns and coastline trends, inner continental shelf morphology controlling the surf zone and the number of breaker zones, sediment grain size and beach face gradient. Four different morphodynamic compartments were recognized based on morphological characteristics of the beach profiles and inner shelf, beach mobility index, sediment size X beach face slope and the Q parameter. The four compartments are: a) AtafonaIFoz do Rio Paraiba do Sul -intermediate to dissipative morphodynamic state with the highest beach mobility index and a high erosive rate; Sul de Atafona-Cabo de São Tomé -intermediate to reflective state with low beach mobility index; Cabo de São Tomé -reflective to intermediate morphodynamic 5tate with high beach mobility index and Cabo de São Tomé-Cabiúnas -reflective with low beach mobility index.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/546
ISSN: 1679-8759
Appears in Collections:DOC - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
04.pdf1.87 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons