Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/6008
Título: Evidência sobre o conteúdo informacional da estrutura a termo da taxa de juros no Brasil : relação entre a ETTJ e a dinâmica econômica
Autor(es): Santos, Daiane Rodrigues dos
Orientador: Moreira, Ricardo Ramalhete
Coorientador: Sanfins, Marco Aurélio dos Santos
Palavras-chave: PIB
Produção industrial
IPCA
Spread
Vetores auto-regressivos-VAR
GDP
Industrial activity
IPCA
Spread
Vector Auto-regressive-VAR
Data do documento: 6-Mai-2011
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: The work aims at identifying the relationship between the spread, difference of the long term interest rate in relation to the short term interest rate, and the economic dynamic. Specifically, it studies how the spread has impacted on the gross domestic product real growth rate, phenomenon pointed out by authors such as Harvey (1988), Sims (1972), Bernard & Gerlach (1996) and Estrella (2004), among others. It was verified, in the model VAR (6), that the Brazilian industrial production is weakly influenced by the spread. However, it was observed that the last one is strongly determined through the industrial production. This result is not found in the adopted theoretic approach. Additionally, it was verified that the spread is highly determined from the IPCA, which is, in its turn, strongly influenced through the spread, confirming the relations showed in Sims (1972), Shousha (2006), Nielsen (2006), among others. In the statistics of the dynamic model, VAR (6), it also presented an expressive effect from the industrial production on the IPCA, which, by contrast, is not significantly determining the industrial activity in the sample period.
O presente trabalho pretende discutir a relação entre o spread, diferença entre a taxa de juros de longo e curto prazos, e a dinâmica econômica. Especificamente, estudar como o spread influencia a taxa real de crescimento do PIB, ressaltado por autores como Harvey (1988), Sims (1972), Bernand e Gerlach (1996) e Estella (2004), entre outros. Verificou-se nas saídas do modelo VAR(6) que a Produção Industrial brasileira é apenas fracamente influenciada pelo spread. No entanto, verificou-se que o spread é fortemente influenciado pela Produção Industrial, relação esta não realçada pelos autores do referencial teórico. Apurou-se também que o spread é fortemente influenciado pelo IPCA, que por sua vez ´e influenciado fortemente pelo spread, confirmando a relação dinâmica ressaltada por Sims (1972), Shousha (2006), Nielsen (2006), entre outros. Nas saídas do modelo dinâmico, VAR(6), também se verificou que o IPCA é fortemente influenciado pela Produção Industrial, que, por sua, vez é fracamente influenciada pela série composta pelo IPCA.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/6008
Aparece nas coleções:PPGECO - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Daiane Rodrigues dos Santos.pdf1.18 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.