Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/602
Título: Pequenos mamíferos não voadores em fragmentos de Mata Atlântica e áreas agrícolas em Viana, Espírito Santo, Brasil
Título(s) alternativo(s): Non-flying small mammals in Atlantic Forest fragments and agricultural lands in Viana, state of Espírito Santo, Brazil
Autor(es): Pinto, Israel de Souza
Loss, Ana Carolina Covre
Falqueto, Aloísio
Leite, Yuri Luiz Reis
Palavras-chave: Inventários
Didelphimorphia
Lagomorpha
Rodentia
Surveys
Data do documento: Jul-2009
Citação: PINTO, Israel de Souza et al. Pequenos mamíferos não voadores em fragmentos de Mata Atlântica e áreas agrícolas em Viana, Espírito Santo, Brasil. Biota Neotrop., Campinas, v. 9, n. 3, p. 355-360, jul./set. 2009. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/bn/v9n3/v9n3a30.pdf>. Acesso em: 22 fev. 2011.
Resumo: Nós inventariamos os pequenos mamíferos não-voadores em Viana, Espírito Santo, sudeste do Brasil, em 1981-1982 e 2006-2007. Foram capturados 439 pequenos mamíferos não-voadores pertencentes a três ordens (Didelphimorphia, Rodentia e Lagomorpha) e seis famílias (Didelphidae, Sciuridade, Cricetidae, Muridae, Echimyidae e Leporidae). As espécies mais abundantes foram os roedores Akodon cursor e Nectomys squamipes e o marsupial Metachirus nudicaudatus. Registramos pela primeira vez a ocorrência do roedor equimídeo Euryzygomatomys spinosus no estado do Espírito Santo. A riqueza específica (S = 21) e o índice de diversidade de Shannon (H = 2,23) estão entre os maiores registrados para pequenos mamíferos da Mata Atlântica no estado, mesmo quando comparados aos valores obtidos para unidades de conservação. Esses maiores valores de riqueza e diversidade encontrados estão provavelmente associados à heterogeneidade de hábitat e evidenciam a necessidade de conservação dos fragmentos florestais de Viana, os quais são importantes depositários da biodiversidade da Mata Atlântica.
ABSTRACT We surveyed non-flying small mammals at Viana, Espírito Santo, southeastern Brazil, in 1981-1982 and 2006-2007. We trapped 439 non-flying small mammals belonging to three orders (Didelphimorphia, Rodentia, and Lagomorpha) and six families (Didelphidae, Sciuridade, Cricetidae, Muridae, Echimyidae, and Leporidae). The most abundant species were the rodents Akodon cursor and Nectomys squamipes and the marsupial Metachirus nudicaudatus. We recorded the echimyid rodent Euryzygomatomys spinosus for the first time in the state of Espírito Santo. The species richness (S = 21) and Shannon diversity index (H = 2.23) are among the highest recorded for Atlantic Forest small mammals in the state, even when compared to values from protected areas. These higher richness and diversity values are probably related to habitat heterogeneity and highlight the need for conservation of Viana's forest fragments, which are an important source of Atlantic Forest biodiversity
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/602
ISSN: 1676-0603
Aparece nas coleções:DCBIO - Artigos publicados em periódicos
DMSO - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
v9n3a30.pdf322.5 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons