Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7783
Title: Leguminosas alternativas como fontes proteicas na alimentação de suínos
metadata.dcterms.creator: Bulian, Amanda Aparecida Lacerda
metadata.dcterms.subject: Feijão;Urease;Desempenho animal;Beans;Urease;Animal performance;Alimentação animal;Suíno - criação;Alimentos alternativos;Análise bromatológica de alimentos
metadata.dcterms.issued: 27-Feb-2015
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
metadata.dcterms.bibliographicCitation: Bulian, Amanda Aparecida Lacerda. Legumes as alternative protein sources in swine feeds. 2015. 69p. Dissertação (Mestrado em Ciências Veterinárias) - Centro de Ciências Agrárias, Universidade Federal do Espírito Santo, Alegre, ES, 2015.
metadata.dcterms.abstract: A pesquisa foi realizada com o objetivo de verificar a eficiência da tostagem das leguminosas feijão de porco (Canavalia ensiformis), feijão guandu (Cajanus cajans) e mucuna preta (Stilozobium aterrimum) na inativação dos fatores antinutricionais,avaliar a substituição parcial das mesmas pelo farelo de soja na alimentação de suínos nas fases de crescimento e terminação sobre os dados de desempenho e características de carcaça. Para o experimento um foi realizada a tostagem das sementes testando-se dois binômios de tempo-temperatura e posteriormente foram realizadas análises de umidade, proteína bruta (PB), cinzas e análise da atividade ureárica. O segundo experimento foi conduzido no setor de suinocultura do Instituto Federal do Espírito Santo (IFES) - Campus de Alegre - ES. Foi utilizado um delineamento inteiramente casualizado com arranjo fatorial 3x3, totalizando 9 tratamentos com 7 repetições cada, cuja unidade experimental foi representada por cada animal. Os fatores foram compostos pelos tipos de leguminosas e níveis de inclusão das mesmas na dieta, em substituição ao farelo de soja. Os parâmetros de desempenho avaliados foram o consumo de ração, o ganho de peso, a conversão alimentar além das características de carcaça. Em relação à composição químicadas sementes de feijão de porco integral foram encontrados valores de 12,4% de umidade, 27,5% de proteína bruta, 2,92% de cinzas e 4255 Kcal/Kg de energia bruta. Para o feijão guandu os valores foram de 12% de umidade, 19,3% de proteína bruta, 3,25% de cinzas e 4250 Kcal/Kg de energia e para a mucuna preta foram de 11,9% de umidade, 25,2% de proteína bruta, 3,04% de cinzas e 4405 Kcal/Kg de energia. Em relação ao desempenho dos animais a substituição de 20% de feijão de porco apresentou ganho de peso médio diário de 0,446Kg, sendo este inferior (p<0,05) as demais leguminosas. Para o consumo de ração médio diário (CRMD) o feijão de porco no nível de 20% de inclusão também foi inferior (p<0,05) obtendo um CRMD de 8.300Kg/baia. Não houve diferença (p>0,05) entre os tratamentos para o parâmetro de conversão alimentar. Sobre as características de carcaça foram encontradas diferenças significativas (p<0,05) apenas para o peso da carcaça esquerda, comprimento de carcaça, peso do pernil e área de olho de lombo.Verificou-se sucesso no tratamento das leguminosas na eliminação dos fatores antinutricionais, por meio do teste de índice de atividade ureática e que a inclusão dos diferentes tipos de feijões nos níveis de 15% e 20% não afetou o desempenho quando comparado ao nível de 0%, exceto para o feijão de porco ao nível de 20% de substituição, resultando em boas características de carcaça. Em relação a análise econômica sugere-se o cultivo das mesmas nas propriedades rurais para que se torne viável economicamente.
This study was conducted in order to check the efficiency of toasting of pork beans legumes (Canavalia ensiformis), pigeon pea (Cajanus cajans) and velvet bean (Stilozobium aterrimum) to inactivate the antinutritional factors, evaluate the partial replacement of these by the soybean meal in the feed pigs in growing and finishing pigs on the performance data and carcass characteristics. For the experiment one was held toasting seeds by testing two binomial time-temperature and were subsequently carried out moisture, crude protein (CP), ash and analysis of ureárica activity. The second experiment was conducted in the swine sector of the Federal Institute of the Espírito Santo (IFES) - Campus Alegre - ES. A completely randomized design with factorial arrangement 3x3 was used, totaling nine treatments with 7 reps each, the experimental unit was represented by each animal. The factors were composed by types of legumes and levels in the diet, as a replacement for soybean meal. The performance parameters evaluated were feed intake, weight gain, feed conversion and carcass characteristics. In relation the chemical composition were found for the whole pork bean seeds, 12.4% moisture, 27.5% crude protein, 2.92% ash and 4255 kcal / kg of raw energy. For beans pigeon pea values were 12% moisture, 19.3% crude protein, 3.25% ash and 4250 kcal / kg of energy and the velvet bean were 11.9% moisture, 25, 2% crude protein, 3.04% ash and 4405 kcal / kg of energy. Regarding the performance of the animals that 20% of jack bean showed average daily gain weight 0,446Kg, lower than (p <0.05) the other legumes. For the daily feed consumption (ADFI) jack bean in the 20% level of inclusion was also lower (p <0.05) ADFI of getting an 8.300Kg / bay. There was no difference (p> 0.05) among treatments for feed conversion parameter. On carcass characteristics were significant differences (p <0.05) for the weight of the left carcass, length, weight ham and loin eye muscle area. There has been success in the treatment of legumes in removing antinutritional factors through the urea activity and that the inclusion of different types of beans at levels of 15% and 20% did not affect performance when compared to the level of 0%, except for pork beans the level of 20% replacement and resulted in good carcass characteristics. Regarding the economic analysis suggest the cultivation of them on farms to become economically viable;
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7783
Appears in Collections:PPGCV - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_8819_Amanda Lacerda.pdf1.21 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.