Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4591
Título: Genótipos de HPV em espécimes cervicais e anais de mulheres sem lesão cervical e soropositivas para HIV
Autor(es): Volpini, Lays Paula Bondi
Orientador: Spano, Liliana Cruz
Coorientador: Miranda, Angélica Espinosa Barbosa
Data do documento: 4-Mar-2016
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: A infecção pelo papilomavirus humano (HPV) é o principal fator de risco para o desenvolvimento de cânceres anogenitais. Alguns genótipos, denominados de alto risco (HR-HPV), e suas variantes gênicas estão mais associados ao desenvolvimento de lesões malignas, sendo o HPV16 o mais frequente. Fatores de risco, como a infecção pelo HIV, aumenta a propensão à infecção persistente pelo HPV e câncer. Metodologias moleculares para identificação e tipagem do HPV podem ser úteis para triagem de mulheres com citologia negativa, principalmente naquelas soropositivas para HIV. Este estudo teve como objetivo caracterizar os tipos de HPV e variantes de HPV16 em espécimes cervicais e anais de mulheres soropositivas para HIV, com citologia cervical normal, atendidas no Centro de Referência em DST/AIDS, VitóriaES. DNA viral foi pesquisado por PCR com conjuntos de iniciadores PGMY09/11 a partir de ácido nucleico extraído com kit QIAamp DNA Mini Kit™ (QIAGEN). O genótipo foi determinado por Reverse Line Blot (RLB), Restriction Fragment Length Polymorphism (RFLP) ou sequenciamento gênico e as variantes de HPV16, por sequenciamento gênico. DNA de HPV foi detectado em um total de 71,4% (90/126) das mulheres, sendo 38,9% (49/126) presentes em amostras cervicais e 60,3% (76/126), em anais; 38,9% (35/90), em ambos os sítios concomitantemente. Foram detectados 34 tipos distintos de HPV, sendo os HR-HPVs encontrados em 83,7% (41/49) e 77,6% (59/76) das amostras cervicais e anais, respectivamente. O HPV16 foi o tipo mais prevalente em ambos os sítios, seguido pelos tipos 45>31,35,44,69>18,52,66 na região cervical e pelos tipos 44>6>53 na região anal. Variante europeia de HPV16 esteve presente em 70,8% (17/24) dos casos e as não europeias, em 29,2% (7/24). Mesmo genótipo de HPV em ambos os sítios anatômicos esteve presente em 48,6% das amostras e destes, 76,5% eram HR-HPV. Infecção com pelo menos três tipos de HPV foi uma ocorrência comum, sendo na maioria dos casos, na região anal (78,6%). Dentre as variáveis estudadas, idade entre 18-35 anos, contagem de CD4 abaixo de 500 cél/mm3 e carga viral do HIV acima de 50 cópias/cél estiveram estatisticamente relacionadas à presença de HPV anal. A alta frequência de HR-HPV em mulheres de um grupo de risco e com citologia cervical normal contribui para que novas políticas de rastreio possam ser implementadas para o monitoramento dessa população.
The human papillomavirus (HPV) infection is the main risk factor for the development of anogenital cancers. High-risk HPV (HR-HPV) genotypes and their variants are associated with the development of malignant lesions. Others risk factors, as HIV infection, increases the persistency of HPV infection and HPV-related cancer. Molecular methods for HPV detection and typing can be useful for triage of women with negative cytology, especially those HIV seropositive. This study aimed to characterize the HPV types and HPV16 variants in cervical and anal specimens of HIV seropositive women, with normal cervical cytology, attended at Reference Center for STD/AIDS, Vitória-ES. Viral DNA was screened by PCR with set of primers PGMY09/11 from nucleic acid extracted with QIAamp DNA Mini Kit™ (QIAGEN). The genotype was determined by Reverse Line Blot (RLB), Restriction Fragment Length Polymorphism (RFLP) and genetic sequencing, and HPV16 variants, by sequencing. HPV DNA was detected in a total of 71.4% (90/126) of women, 38.9% (49/126) in cervical and 60.3% (76/126) in anal samples; 38.9% (35/90), at both sites concomitantly. Thirty-four HPV different types have been identified, being the HR-HPV found in 83.7% (41/49) and 77.6% (59/76) of cervical and anal samples, respectively. HPV16 was the most prevalent type in both sites, followed by types 45> 31,35,44,69> 18,52,66 in the cervical region and by types 44> 6> 53 in the anal region. European variant corresponded to 70.8% (17/24) of HPV16 cases and non-European, to 29.2% (7/24). A same HPV genotype was present in both anatomical sites in 48.6% of the samples, 76.5% were HR-HPV. Infection with at least three HPV types was common, being in most cases, in the anal region (78.6%). Among the variables investigated, age of 18-35 years, CD4 <500 cells/mm3 and HIV viral load >50 copies/cel were statistically related to the presence of anal HPV. The high frequency of HR-HPV in women of a risk group with normal cervical cytology reinforce the discussion concerning the improvement of screening policies of cervical cancer for this population.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4591
Aparece nas coleções:PPGDI - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_9630_Dissertação Lays Paula Bondi.pdf2.36 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.