Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7887
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorVasquez, Elisardo Corral-
dc.date.accessioned2018-08-01T22:58:24Z-
dc.date.available2018-08-01T22:58:24Z-
dc.identifier.citationKLIPPEL, Brunella Faro. Efeitos do Kefir sobre o tônus autonômico cardíaco e controle barorreflexo da pressão arterial em ratos espontaneamente hipertensos. 2016. 69 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Fisiológicas) - Programa de Pós-Graduação em Ciências Fisiológicas, Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2016.por
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufes.br/handle/10/7887-
dc.publisherUniversidade Federal do Espírito Santopor
dc.titleEfeitos do Kefir sobre o tônus autonômico cardíaco e controle barorreflexo da pressão arterial em ratos espontaneamente hipertensospor
dc.typemasterThesiseng
dc.subject.udc612-
dc.subject.br-rjbnHipertensãopor
dc.subject.br-rjbnFermentaçãopor
dc.subject.br-rjbnPressão arterialpor
dcterms.abstractEstudos têm demonstrado que o probiótico Kefir apresenta efeitos benéficos no tratamento da hipertensão arterial. O objetivo do presente trabalho foi avaliar a ação do tratamento crônico com Kefir sobre o tônus autonômico cardíaco e o barorreflexo arterial de ratos espontaneamente hipertensos (SHR). Metodologia: Ratos Wistar e SHR machos com 4 meses de idade foram divididos em 3 grupos Wistar, SHR e SHR-Kefir tratados por 60 dias com Kefir (0,3ml/100g), por gavagem. Os animais foram anestesiados e cateteres implantados na artéria e veia femoral para injeção de drogas e registro de pressão arterial pulsátil (PAP), pressão arterial média (PAM) e frequência cardíaca (FC), respectivamente. A contribuição relativa dos tônus autonômicos cardíacos, parassimpático e simpático foi estimada em animais acordados através de injeções in bolus de N-metil-atropina (2mg/kg) e de atenolol (2mg/kg), respectivamente. A frequência cardíaca intrínseca (FCI) foi estimada após o duplo bloqueio com os fármacos acima. A sensibilidade do barorreflexo foi testada nos animais acordados por meio de aumentos ou diminuições da pressão arterial (25 mmHg), através de injeção in bolus de fenilefrina (5 μg/kg) e nitroprussiato de sódio (40 μg/kg), sob bloqueio da atropina e atenolol 24 e 48 h depois, respectivamente. As análises da variabilidade da pressão arterial (VPA) e variabilidade da frequência cardíaca (VFC) foram feitas por meio de análise espectral, método autorregressivo, no domínio do tempo (variância da pressão sistólica e dos intervalos R-R) e da frequência (muito baixa, baixa e alta frequência, VLF, LF, HF, respectivamente). Ao fim dos experimentos, o coração e rins foram retirados e pesados para análise de hipertrofia. Resultados: Como esperado o grupo SHR apresentou PAS, PAD, PAM e FC (204±8, 144±4,167±4 mmHg e 355±9 bpm, p<0,05, respectivamente) elevadas, quando comparados com ratos Wistar (140±8, 88±2, 104±2 mmHg e 328±12 bpm, respectivamente). O tratamento com Kefir atenuou significativamente esses parâmetros (169±8, 116±6, 134±6 mmHg e 324±12 bpm, respectivamente). O grupo SHR mostrou hipertrofia ventricular esquerda (22±1,4 mg/mm, p<0,05) quando comparado com ratos Wistar (17,1±1,4 mg/mm, p<0,05). E o tratamento com Kefir foi capaz de reduzir essa hipertrofia quando normalizado pelo comprimento da tíbia (19±1,2 mg/mm, p<0,05) nos ratos SHR tratados. O tônus vagal no grupo Wistar foi de +120 bpm e +40 bpm no grupo SHR. O Kefir recuperou parcialmente o tônus vagal (+90 bpm) dos ratos SHR tratados. O tônus simpático no grupo wistar foi de -30 bpm e -90 bpm no grupo SHR. Nos ratos SHR tratados com Kefir o tônus simpático foi reduzido para -25 bpm. A sensibilidade do barorreflexo estava significativamente diminuída no grupo SHR (reflexo de bradicardia ~50%) bem como a contribuição relativa dos componentes vagal e simpático cardíaco quando comparados com o grupo Wistar. Nos ratos SHR tratados com Kefir, tanto o reflexo de bradicardia (~40%) quanto o ganho (~35%) melhoraram significativamente. O bloqueio com atropina basicamente aboliu o reflexo de bradicardia e o ganho do barorreflexo de maneira semelhante nos 3 grupos. O grupo SHR mostrou diminuição no reflexo de taquicardia (38%, p<0,05) e redução no ganho (32%, p<0,05), quando comparado com o grupo Wistar. Nos ratos tratados com Kefir essas respostas melhoraram (~8% e ~12%, p<0,05, respectivamente). O bloqueio com atenolol reduziu a taquicardia reflexa em SHR quando comparado com Wistar e normalizou nos SHR tratados com Kefir (7±2,8, 14±2,4 e 12±2,4 bpm, respectivamente), efeito semelhante foi observado no ganho (0,26±0,10, 0,53±0,11 e 0,46±0,12 bpm/mmHg, respectivamente). A VFC e a FC-LF estavam maiores nos animais SHR (730±150 ms2 e 82±10 ms2) quando comparadas com ratos Wistar (247±46 ms2 e 39±9 ms2) e SHR tratados com Kefir (478±80 ms2 e 56±10 ms2). Não houve diferenças na comparação dos resultados de FC-HF entre os três grupos estudados. Tanto a VPA quanto a PA-LF aumentaram significativamente nos ratos SHR (73±9 mmHg2 e 13±2 mmHg2) quando comparados com ratos Wistar (22±3 mmHg2 e 3,7±0,4 mmHg2). O tratamento com Kefir reduziu esses valores (65±8 mmHg2 e 8±2 mmHg2). Por fim, a análise do barorreflexo espontâneo mostrou diminuição significativa na sensibilidade do grupo SHR (1,36±0,09 ms2/mmHg) quando comparado com o grupo Wistar (1,75±011 ms2/mmHg). O tratamento com Kefir não melhorou esta sensibilidade (1,48±0,09 ms2/mmHg). Conclusão: Após 60 dias de tratamento com Kefir, os animais SHR apresentaram diminuição da PAS, PAD e PAM, além de redução da hipertrofia cardíaca. Além disso, o tratamento com Kefir também reverteu parcialmente a perda do tônus vagal, o aumento do tônus simpático e a disfunção barorreflexa dos animais hipertensos.por
dcterms.abstractObjective: Studies have shown that the probiotic Kefir has beneficial effects on the treatment of hypertension. The aim of this study was to evaluate the effect of chronic treatment with Kefir on cardiac autonomic tone and arterial baroreflex in spontaneously hypertensive rats (SHR). Methods: Male Wistar and SHR rats at 4 months of age, were separated into 3 groups Wistar, SHR and SHR-Kefir treated for 60 days with Kefir (0,3ml/100g) by gavage. The animals were anesthetized and catheters were implanted in the femoral artery and vein for drugs injection and pulsatile arterial blood pressure (PAP), mean arterial pressure (MAP) and heart rate (HR) records, respectively.eng
dcterms.creatorKlippel, Brunella Faro-
dcterms.formatapplication/pdfpor
dcterms.issued2016-08-25-
dcterms.languagePorpor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Ciências Fisiológicaspor
dc.publisher.initialsUFESpor
dc.subject.cnpqFisiologiapor
dc.publisher.courseMestrado em Ciências Fisiológicaspor
dc.contributor.refereeVassallo, Dalton Valentim-
dc.contributor.refereeTavares, Marcella Porto-
Aparece nas coleções:PPGCF - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_10267_Dissertação Brunella Faro Klippel.pdf1.32 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.