Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7889
Título: Efeito do diminazeno, um ativador da ECA-2, no remodelamento cardíaco de ratos submetidos ao infarto do miocárdio
Autor(es): Castardeli, Carmen
Orientador: Mill, José Geraldo
Data do documento: 29-Set-2016
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: O Aceturato de Diminazeno (DIZE) é utilizado como medicamento anti- trypanosomal de uso veterinário que é capaz de aumentar a velocidade catalítica da enzima conversora de angiotensina- 2 (ECA-2). Portanto, o objetivo do nosso trabalho foi investigar os efeitos do tratamento com DIZE no remodelamento cardíaco após infarto agudo do miocárdio (IAM). Além disso, a proposta foi comparar os dados do tratamento com DIZE com modelo experimental tratado com Losartan (Los). Ratos Wistar Macho foram submetidos ao procedimento cirúrgico de oclusão permanente da artéria coronária esquerda para produzir IAM, os animais controles foram submetidos ao mesmo procedimento cirúrgico, porém sem a oclusão arterial. Após a cirurgia os animais foram distribuídos em cinco grupos: (1) Ratos Controles + Placebo (Con-Pla; n= 8); (2) Ratos Controles + DIZE (Con-DIZE; n= 6); (3) Ratos Infartados + Placebo (IM-Pla; n= 7); (4) Ratos Infartados + DIZE (IM-DIZE; n= 6); (5) Ratos Infartados + Losartan (IM-Los; n= 7), foram administrados diariamente injeção subcutânea de 15 mg/kg (DIZE e/ou Los) e placebo (NaCl 0.9%), durante 28 dias. Após 28 dias os animais foram anestesiados para obter as variáveis hemodinâmicas intracardíaca. Após registro hemodinâmico o coração foi parado em diástole com uma injeção intravenosa de KC1 (1M). Um cateter de duplo lúmen foi inserido dentro da cavidade do ventrículo esquerdo (VE) para obter os dados da curva pressão volume. Os Corações foram fixados em paraformol e processados para análise histológica de hipertrofia dos miócitos e conteúdo de colágeno. O grupo IM-Pla apresentou aumento significativo da pressão diastólica final do ventrículo esquerdo (26±3,3 mmHg) e redução na dp/dt+ (3014 ± 161 mmHg/s) e dpdt- ( -2333±91 mmHg/s) e pressão sistólica do VE (101±3,1 mmHg), quando comparados com os grupos tratados com DIZE (PDFVE: 15±1,6 mmHg/s; dp/dt+ 3884±104 mmHg/s; dpdt-: -2798±120 e PSVE: 110±0,7 mmHg) e IM-Los (PDFVE: 16±2,9; dp/dt+: 4146±131 mmHg/s; dpdt-: 2823±136 mmHg/s e PSVE: 111±3,5 mmHg). A hemodinâmica do ventrículo direito (VD) mostrou aumento de pressão do VD no grupo IM-Pla (40±0,6 mmHg) e redução da pressão no grupo IM-DIZE (37±2 mmHg). Os grupos de IM-DIZE (0,33±0,03 mmHg/mL e 0,64±0,01 mmHg/mL) e IM-Los (0,36±0,03 mmHg/mL e 0,65±0,04 mmHg/mL) apresentaram menor dilatação e rigidez no ventrículo esquerdo, quando comparados com com o grupo infartados sobre Pla (0,39±0,03 mmHg/mL e 0,78±0,02 mmHg/mL). O aumento da fração volumétrica de colágeno no VE foi parcialmente prevenido pelo tratamendo com DIZE ou Los. A hipertrofia dos miocitos pós-infarto permaneceu inalterado pelo tratamento com DIZE. Como esperado o tratamento com losartan atenuou o crescimento hipertrófico no ventriclo esquerdo quando comparado aos grupos controles. Em conclusão, nosso estudo apresentou que o DIZE foi parcialmente eficaz para prevenção de mudanças hemodinâmicas induzidas por infarto em ratos semelhante à observação em ratos infartados tratados com Los. As duas drogas também previnem o aumento da deposição de colágeno no miocárdio do ventrículo esquerdo. Em relação a hipertrofia dos miocitos, porém, apenas Los apresentou um efeito preventivo.
Diminazene aceturate (DIZE) is used with an antitrypanosomal action for veterinary use which is also able to increase the catalytic efficiency of ACE-2. Thus the objective of our work was to investigate the effects of DIZE on the postinfarction cardiac remodeling process. Besides that, data with DIZE treatment were compared to those obtained in the same experimental model submitted to Losartan (Los). Rats Male Wistar were submitted to a surgical procedure to produce permanent occlusion of the left coronary artery to produce MI, the control animals underwent the same surgical procedure but without arterial occlusion. After surgery the animals were divided into five groups: (1) Control Rats + Placebo (Pla-Con, n = 8); (2) Controls Rats + DIZE (Con-DIZE; n = 6); (3) Infarcted Rats + Placebo (Pla-IM, n = 7); (4) Infarcted Rats + DIZE (IM-SAY; n = 6); (5) Infarcted Rats + Losartan (MI-Los; n = 7) were administered daily subcutaneous injection of 15 mg / kg (DIZE and / or LOS) and Placebo (0.9% NaCl) for 28 days. After 28 days the animals were anesthetized to record the intracardiac hemodynamic variables. After recording hemodynamic variables, the cardiac beats were stopped diastole with an intravenous injection of KCl (1 M). A double lumen catheter was inserted into the left ventricular cavity to obtain the record of the pressurevolume curve. Hearts were fixed in formalin and processed to histological analysis of myocyte hypertrophy and collagen content. The group IM-Pla presented a significant increase in the left ventricular end diastolic pressure (LVEDP = 26±3,3 mmHg) and also a significant reduction of +dP/dt (3014 ± 161 mmHg/s), -dP/dt ( -2333±91 mmHg/s) and systolic blood pressure (SBP = 101±3 mmHg), as compared with the groups treated with DIZE (LVEDP = 15±1,6 mmHg/s; +dP/dt 3884±104 mmHg/s; -dPdt = -2798±120 mmHg/s and SVE = 110±0,7 mmHg) or Los (LVEDP = 16±2,9 mmHg; +dP/dt: 4146±131 mmHg/s; -dPdt = -2823±136 mmHg/s; SBP = 111±3,5 mmHg). The right ventricle hemodynamic revealed an increase in systolic pressure in the IM-Pla group (40±0,6 mmHg) with a small decrease in the IM group under DIZE (37±2 mmHg). The IM-DIZE (0,33±0,03 mmHg/mL e 0,64±0,01 mmHg/mL) and IM-Los (0,36±0,03 mmHg/mL e 0,65±0,04 mmHg/mL) groups showed less left ventricular dilatation and stiffness as compared with the infarcted group under Pla (0,39±0,03 mmHg/mL e 0,78±0,02 mmHg/mL). The volumetric fraction of collagen in the surviving left ventricular myocardium increased, was partially prevented by DIZE or Los treatment. The postinfarction hypertrophy of cardiomyocytes, however, remained unaffected by DIZE treatment. As expected, treatment with losartan attenuated the hypertrophic growth in the left ventricle. In conclusion, our study showed that DIZE was effective to partially prevent the hemodynamic changes induced by infarction in rats similarly to the observation in infracted rats treated with Los. The two drugs also prevented the increase in the collagen deposition in the surviving left ventricular myocardium. In relation to the hypertrophic of cardiomyocytes, however, only Los showed a preventive effect.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7889
Aparece nas coleções:PPGCF - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_10355_Dissertação Carmen Castardeli.pdf1.52 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.