Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10117
Título: Atitudes e percepções dos participantes de um curso de capacitação dirigido a hospitais gerais frente ao álcool, alcoolismo e alcoolista
Autor(es): Vieira, Camila Barcelos
Orientador: Siqueira, Marluce Mechelli de
Data do documento: 20-Abr-2017
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: Os prejuízos do uso abusivo de substâncias psicoativas como o álcool fazem com que estes sejam um dos principais problemas de saúde pública. Entretanto, a literatura salienta que os profissionais que atuam na rede socioassistencial tem uma formação deficitária para lidar com a questão. Assim, a educação permanente se torna uma importante ferramenta de capacitação desses profissionais. As atitudes e crenças têm sido utilizadas como parâmetro de avaliação da formação em álcool e outras drogas. Dessa forma, o objetivo deste estudo é mensurar as atitudes e compreender as concepções dos profissionais de hospitais gerais frente ao álcool, alcoolismo e alcoolista, antes e após a capacitação oferecida pelo Centro Regional de Referência sobre Drogas do Espírito Santo (CRR-ES). Trata-se de um estudo exploratório, descritivo, comparativo, de abordagem quantitativa e qualitativa, que utiliza dados primários e secundários. Compuseram a população do estudo 31 profissionais (estudo quantitativo) e 6 assistentes sociais (estudo qualitativo), que foram aprovados no curso oferecido pelo CRR-ES. Utilizou-se como instrumento a Escala de Atitudes Frente ao Álcool, Alcoolismo e Pessoa com Transtorno Relacionado ao Uso do Álcool (EAFAA) aplicado antes e após o curso e questionário sócio demográfico, que deram origem ao bando de dados, e roteiro de entrevista semiestruturada aplicado após o curso. Os dados quantitativos foram analisados no Statistical Package for the Social Science (SPSS) versão 22, enquanto que os dados qualitativos foram estudados através análise de conteúdo temática de Bardin. Constatou-se que houve mudança positiva nas atitudes dos profissionais, especialmente no que diz respeito ao trabalho com a pessoa com transtorno relacionado ao uso do álcool. Entretanto, alguns aspetos relacionados as atitudes frente ao álcool e ao alcoolismo permanece uma concepção moralizante. Ainda, os profissionais apresentaram conhecimento deficiente no que diz respeito a prevenção ao uso e abuso de substâncias psicoativas, porém um bom nível de conhecimento no que diz respeito aos aspectos diagnósticos da dependência de substâncias. Finalmente, a pesquisa evidencia a importância dos processos de formação permanente em álcool e outras drogas para a melhoria da qualidade da assistência. Entretanto, esse não é o único caminho a ser adotado para que se alcance este objetivo, sendo necessário o fortalecimento da rede e a elaboração de políticas públicas que rejeitem posturas estigmatizadoras.
The loss of abusive use of psychoactive substances such as alcohol makes them one of the main public health problems. However, the literature emphasizes that the professionals who work in the social assistance network have a deficient training to deal with the issue. Thus, permanent education becomes an important training tool for these professionals. Attitudes and beliefs have been used as a benchmark for training in alcohol and other drugs. Thus, the objective of this study is to measure attitudes and understand the conceptions of general hospital professionals regarding alcohol, alcoholism and alcoholism, before and after the training provided by the Regional Reference Center on Drugs of Espírito Santo (CRR-ES). It is an exploratory, descriptive, comparative, quantitative and qualitative approach, using primary and secondary data. The study population comprised 31 professionals (quantitative study) and 6 social workers (qualitative study) that were approved in the course offered by the CRR-ES. The "Attitudes Scale facing Alcohol, Alcoholism and people with disorders related to the use of alcohol”(EAFAA) was used as instrument before and after the course and socio-demographic questionnaire, which gave rise to the database and semi-structured interview script Applied after the course. The quantitative data were analyzed in the Statistical Package for the Social Science (SPSS) version 22, while the qualitative data were studied through analysis of thematic content of Bardin. It was observed that there was a positive change in the attitudes of the professionals, especially regarding the work with the person with disorder related to alcohol use. However, some aspects related to attitudes towards alcohol and alcoholism remain a moralizing concept. Furthermore, the professionals presented poor knowledge regarding prevention of the use and abuse of psychoactive substances, but a good level of knowledge regarding the diagnostic aspects of substance dependence. Finally, the research highlights the importance of ongoing training processes in alcohol and other drugs to improve the quality of care. However, this is not the only way to achieve this goal, and it is necessary to strengthen the network and develop public policies that reject stigmatizing positions.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10117
Aparece nas coleções:PPGASC - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_11157_2015_Camila Barcelos Vieira.pdf1.12 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.