Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10119
Título: Análise espacial dos casos notificados de sífilis em gestantes e sífilis congênita no Estado do Espírito Santo
Autor(es): Soares, Karllian Kerlen Simonelli
Orientador: Miranda, Angélica Espinosa
Coorientador: Prado, Thiago do Nascimento
Data do documento: 3-Mai-2017
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: A sífilis é considerada um problema de saúde publica, pois além de apresentar crescentes taxas de incidência apresenta também efeitos deletérios ao feto quando se dá em gestantes. E realizar uma análise espacial é de suma importância, visto ser uma ferramenta ideal para avaliar a distribuição no estado e identificação dos locais de maior frequência da doença. Este estudo tem o objetivo de analisar a distribuição espacial da sífilis em gestante e sífilis congênita no estado do Espírito Santo em um período de 2011 a 2015. Trata-se de um estudo ecológico com abordagem espacial dos casos notificados no Sistema de informação de agravos de notificação (SINAN), usando o software STATA 13 e Terra View 4.2.0. No estudo foram incluídos todos os casos notificados de sífilis em gestante (SG) e sífilis congênita (SC). Em ambos os mapas é possível observar um aglomerado principal em região metropolitana e norte do estado. Observam-se municípios com altas taxas de detecção de sífilis em gestantes, podendo indicar que estão realizando a notificação dos casos, entretanto muitos municípios não apresentaram nenhuma taxa de detecção da sífilis em gestante, sugerindo subnotificação dos casos. Em vários municípios observa-se uma baixa taxa de detecção da sífilis em gestantes, porém uma alta taxa de sífilis congênita evidenciando a subnotificação de SG. O estudo evidenciou regiões de prioridade na atuação e municípios de alto risco de ocorrência da doença, tornando necessária a capacitação e educação em saúde desta população e profissionais de saúde.
The syphilis is considered a public health problem, because in addition to increasing incidence rates it also has deleterious effects on the fetus when it occurs in pregnancy women. Perform a spatial analyses is great benefit, because is ideal tool for evaluate the distribution and identify areas with higher concentration of cases. This study has objective of the analyze the spatial distribution of the cases in syphilis in pregnancy and congenital syphilis in the state of Espírito Santo in the period from 2011 to 2015. It’s about in ecological study with spatial analyses of cases of syphilis notified in notification of injury information system using the software STATA 13 and Terra View 4.2.0. In study were included all reported cases syphilis in pregnancy and congenital syphilis. On both maps is possible to observe a main cluster in the metropolitan area and north of the state. Numerous municipalities with high rate the detection of the syphilis in pregnant woman in some municipalities and may indicate that carrying out the notification of cases. However many municipalities did not present any rate of detection of syphilis in pregnant women suggesting underreporting the cases. In the many municipalities there is a low detection rate of syphilis in pregnant woman but high rates of congenital syphilis evidencing underreporting. The study evidenced priority areas in acting and municipalities in the high risk of disease. It is necessary also training and education in health of this population and health professionals.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10119
Aparece nas coleções:PPGASC - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_11290_2015_Karllian Kerlen Simonelli.pdf2.24 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.