Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10160
Título: Narrativas de carreira (e vida) em vítimas de acidentes de trânsito
Autor(es): Castilho, Jessica Dias
Orientador: Andrade, Alexsandro Luiz de
Palavras-chave: Acidentes de Trânsito
Carreira
Retorno ao Trabalho
Data do documento: 3-Mai-2018
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: CASTILHO, Jessica Dias. Narrativas de carreira (e vida) em vítimas de acidentes de trânsito. 2018. 105 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Federal do Espírito Santo, Centro de Ciências Humanas e Naturais.
Resumo: Este trabalho está estruturado no formato de dois artigos. O primeiro artigo intitulado Uma revisão sobre Retorno ao Trabalho após acidentes de trânsito busca fazer uma revisão de literatura sobre o processo de retorno ao trabalho posterior a um acidente de trânsito, nas bases dos Periódicos Capes e PubMed. Os resultados apontaram para a falta de artigos acerca desta temática nos estudos brasileiros, e a necessidade de realização de estudos qualitativos. Também foram encontrados indícios de que uma boa percepção de qualidade de vida influenciou positivamente no retorno ao trabalho, enquanto lesões graves e baixa expectativa de retorno afetaram negativamente este retorno. O segundo artigo intitulado Narrativas de carreira (e vida) de vítimas de acidente de trânsito deriva-se de uma pesquisa qualitativa realizada com pessoas que passaram por um acidente de trânsito, em que se buscou compreender os impactos dos acidentes em suas carreiras e vidas, através da teoria da narrativa de carreira. Os resultados indicaram que passar por um acidente de trânsito impacta negativamente as trajetórias profissionais. Tais pessoas após um evento traumático como este passaram por momentos de recuperação da saúde física, que afetaram seus empregos e carreiras. Uma conclusão relacionada a expectativa do trabalho para pessoas vítimas de acidentes e contexto científico de carreira é a urgência de se aprofundar nesta temática, para que assim possa se pensar em alternativas de orientação de carreira para essas pessoas, que por causa da violência no trânsito veem não somente seus corpos serem afetados, mas também suas vidas e carreiras.
This paper is structured in the format of two articles. The first article entitled "a review on return to work after traffic accidents" seeks to review the literature on the process of returning to work following traffic accident, on the basis of Capes and PubMed journals. The results pointed to the lack of articles on this theme in Brazilian studies, and the need for qualitative studies. There were also indications that a good perception of quality of life positively influenced return to work, while serious injuries and low expectation of return negatively affected this return. The second article entitled "Career (and Life) Narratives of Traffic Accident Victims" derives from a qualitative research carried out with people who had a traffic accident, in which they sought to understand the impacts of accidents on their careers and lives, through career narrative theory. The results indicated that going through a traffic accident negatively impacts the professional trajectories. Such people after a traumatic event like this went through moments of physical health recovery, which affected their jobs and careers.A conclusion related to the expectation of work for people who are victims of accidents and the scientific context of the career is the urgency to deepen this theme, so that we can think of alternative career guidance for these people, who because of the violence in traffic not only their bodies being affected, but also their lives and careers.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10160
Aparece nas coleções:PPGP - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_10460_Dissertacao Jessica-ppgp.pdf1.05 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.