Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/11795
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.date.accessioned2021-12-08T23:36:32Z-
dc.date.available2021-12-08T23:36:32Z-
dc.identifier.isbn978-65-88077-50-4-
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufes.br/handle/10/11795-
dc.descriptionColeção Pesquisa UFES; 3por
dc.descriptionISBN: 978-65-88077-00-9 (coleção)por
dc.publisherEdufespor
dc.publisherMC&Gpor
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/por
dc.titleA teoria democrática robespierrista : do republicanismo clássico à democracia socialpor
dc.typebookpor
dc.subject.udc944.04-
dc.subject.br-rjbnRobespierre, Maximiliem Marie Isidore de, 1758-1794-
dc.subject.br-rjbnFrança - História - Revolução, 1789-1799-
dc.subject.br-rjbnFrança - Política e governo - 1789-1815-
dcterms.abstractEste livro contém uma tentativa de análise das ideias políticas de Maximilien Robespierre e de seus mais próximos companheiros com base no modelo político do republicanismo clássico ou humanismo cívico. Assim, a hipótese que apresentamos considera que Robespierre foi o principal partidário daquilo que Jean-Fabien Spitz chama de paradigma igualitarista neoclássico, o qual pode ser entendido como a forma com que penetrou na Ilustração francesa a tradição cívico-humanista e que teria em Jean-Jacques Rousseau e Gabriel Bonnot de Mably seus principais nomes. O robespierrismo, enquanto partidário desse paradigma, contrapôs-se à “ideologia liberal” empunhada pela burguesia que dominou a Revolução Francesa durante o período conhecido como da Assembléia Constituinte (1789-1791), ao mesmo tempo em que reformulou os fundamentos políticos da tradição cívico-humanista, em particular a relação entre cidadania e independência, para construir um projeto republicano que era simultaneamente democrático e social. Desse modo, o advogado de Arras conceberia um projeto político que defenderia a um só tempo a igualdade jurídica e a igualdade política, assim como reformularia a ideia de uma cidadania calcada na posse dos meios de produção em benefício de uma cidadania apoiada nos direitos sociais, o que levou a estruturar uma embrionária rede de seguridade social já durante a Revolução.por
dcterms.audienceEnsino Superiorpor
dcterms.bibliographicCitationOLIVEIRA, Josemar Machado de. A teoria democrática robespierrista: do republicanismo clássico à democracia social. Vitória : EDUFES; Rio de janeiro : MC&G, 2021. (Coleção Pesquisa UFES ; 3).por
dcterms.coverageVitória, 2021por
dcterms.created2021-
dcterms.creatorOliveira, Josemar Machado de-
dcterms.dateCopyrighted2021-
dcterms.extent2.185 KBpor
dcterms.formattextpor
dcterms.issued2021-
dcterms.languageporpor
dcterms.subjectRobespierrepor
dcterms.subjectRevolução Francesapor
dcterms.subjectRepublicanismopor
dc.subject.cnpqHistória da Filosofiapor
schema.affiliationUniversidade Federal do Espírito Santopor
foaf.homepagewww.ufes.brpor
dcterms.creator.orcid0000-0003-3399-3523por
frapo.hasFundingAgencyO financiamento da Coleção foi viabilizado por meio do Programa de Apoio à Pós-Graduação (Proap) da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e de recursos do Tesouro Nacional.por
bibo.pageStart11por
bibo.pageEnd432por
Aparece nas coleções:EDUFES - E-Livros

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
LIVRO_03_A_teoria_da_democracia_ colecao-pesquisa-ufes_MENU.pdf2.18 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons