Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2336
Título: A práxis pedagógica no Centro Estadual Integrado de Educação Rural : um estudo em Educação do Campo e Agricultura Familiar em Vila Pavão/ ES
Autor(es): Jesus, José Pacheco de
Orientador: Foerste, Erineu
Data do documento: 28-Set-2012
Citação: JESUS, José Pacheco. A práxis pedagógica no Centro Estadual Integrado de Educação Rural: um estudo em Educação do Campo e Agricultura Familiar em Vila Pavão/ ES. 2012. 246 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal do Espírito Santo, Centro de Educação, VItória, 2012.
Resumo: Analisa a práxis pedagógica do Centro Estadual Integrado de Educação Rural de Vila Pavão-ES (CEIER/VP-ES) na sua relação com a Agricultura Familiar (AF) e na perspectiva da Educação do Campo (EC). Contextualiza historicamente a criação e a implantação dos CEIER’s na região noroeste capixaba nos anos 1980. Investiga a prática educativa no CEIER/VP-ES e a sua relação com as comunidades rurais locais. Descreve (des)continuidades que emergem das práticas vivenciadas no contexto socioeducativo do CEIER/VP-ES. Dialoga com o pensamento filosófico da práxis em Gramsci fundamentada na teoria humanística de Marx, enfatizado pelas concepções libertadoras de Paulo Freire e teóricas de Sánchez Vázquez (2011). Recorre também aos conceitos de “saberes-fazeres” (TARDIF, 2010), Educação do Campo (ARROYO, 2006; 2010; CALDART, 2008; 2011; FERNANDES, 2008a; 2008b; FOERSTE, 2008; MOLINA, 2009), AF, mercado e a Agroecologia (WANDERLEY, 2009; WILKINSON, 2008; ALTIERI, 2008) como forma de questionar uma prática educativa, não resumida ao espaço/tempo escolar, mas, também, abrangente ao contexto local do seu “mundo rural como espaço de vida” (WANDERLEY, 2009) e sem dicotomizar o pensar-agir, o trabalho-educação, o homem-natureza, o urbano-rural, e a escola-vida. Propõe, através dessas concepções, tencionar e refletir sobre o “ofício de mestre” (ARROYO, 2004) no exercício da sua prática educativa efetivado nos processos de “aprender/ensinar” a partir dos “saberes de experiência feitos” dos educandos e na construção coletiva da “curiosidade epistemológica” (FREIRE, 2009a). Provoca reflexões sobre as necessidades humanas de socializar conhecimentos, promover “parcerias” (FOERSTE, 2005), vivenciar “experiências” (BENJAMIM, 1994; LARROSA, 2004) na relação “trabalho-educação” (FRIGOTTO, 2002) diante dos desafios impostos, ao homem do campo e da cidade, pela “revolução verde” (ALTIERI, 2008), como “guia da práxis pedagógica”. Utiliza pesquisa qualitativa com metodologia da abordagem etnográfica (ANDRÉ, 2005), através das análises documentais, observações participantes (BRANDÃO, 1999; 2003), entrevistas, questionários e inserções no contexto do objeto estudado (FREIRE, 1981). Recorre aos estudos de caso, em André (2008), para “observação participante e as entrevistas aprofundadas [como] meios mais eficazes para que o pesquisador aproxime-se dos sistemas de representação, classificação e organização do universo estudado [...]”, no ensejo de entender, refletir, conceber e recriar novos espaço/tempo sobre o mundo em que se vive. Acredita que, diante dos dados, o CEIER/VP-ES carrega uma identidade histórica, desde sua origem nos anos 1980, muito forte com o homem do campo. Evidencia nessa instituição uma identidade vinculada à raiz dos movimentos sociais e a um traço marcante do ideário de pertença dos seus primeiros educadores, em seguida, reafirmada pela atual resistência manifestada, através das práticas pedagógicas dos projetos promovidos pelos atuais professores, das atividades agroecológicas executadas, das atividades de AF desencadeadas pelos produtores rurais locais, em oposição àquele ideário da Revolução Verde. Apontam, no universo pesquisado, tensões, reflexões, desafios e possibilidades vivenciadas pelos CEIER’s na rede pública estadual, desde suas Propostas Pedagógicas até a consolidação dos dados, em que ora se aproximam, ora se afastam da perspectiva de uma EC. Abre perspectivas para outros estudos acadêmicos
Analyzes the pedagogical praxis from Centro Estadual Integrado de Educação Rural from Vila Pavão - ES (CEIER/VP-ES) in their relation to the Family Farm (FF) and the prospect of Rural Education (RE). Contextualizes historically the creation and deployment of CEIER's in the northwest region of Espirito Santo in 1980. Investigates educational practice in CEIER / VP-ES and their relationship with the local rural communities. Describes (dis)continuities that emerge from the practices experienced in the context of social-educational CEIER / VP-ES. Dialogues with the philosophical thought of Gramsci's praxis grounded in humanistic theory of Marx, emphasized by the liberating ideas of Paulo Freire and theoretical Sánchez Vázquez (2011). Also uses the concepts of "Knowledge-doings" (TARDIF, 2010), Educação do Campo (ARROYO, 2006, 2010; Caldart, 2008, 2011; FERNANDES, 2008a; 2008b; FOERSTE, 2008; MOLINA, 2009), FF, market and Agroecology (WANDERLEY, 2009; WILKINSON, 2008; ALTIERI, 2008) as a way of questioning an educational practice, not summarized in space/time in school, but also comprehensive local context of its "rural world as living space" (WANDERLEY, 2009) and without dichotomize think-act, work, education, man-nature, urban-rural, and school-life. Proposes, through these conceptions, and intends to reflect on the "master craft" (ARROYO, 2004) in the exercise of their educational practice effected in the process of "learning / teaching" from "knowledge of experience made" of learners and in collective construction from "epistemological curiosity" (Freire, 2009a). Provokes reflections on human need to socialize knowledge, promote "partnerships" (FOERSTE, 2005), experience "experiences" (BENJAMIN, 1994; LARROSA, 2004) in the relationship "work-education" (Frigotto, 2002) in the face of challenges, man of the countryside and the city, by the "green revolution" (ALTIERI, 2008), as "guide pedagogical practice”. Uses qualitative research methodology with ethnographic approach (ANDREW, 2005), through documentary analysis, participant observations (BRANDÃO, 1999, 2003), interviews, questionnaires and insertions in the context of the studied object (Freire, 1981). It will draw on case studies in André (2008), for "participant observation and in-depth interviews [as] the most effective means for the researcher to move closer to the systems of representation, classification and organization of the universe studied [...]" , the opportunity to understand, reflect, conceive and recreate new space / time about the world in which we live. Believes that, given the data, the CEIER / VP-ES carries a historical identity, from its origin in 1980, very strong with rural man. Evidence that's institution an identity linked to the root of social movements and a striking feature of the notion of belonging from their first teachers, then reaffirmed by current resistance manifested through pedagogical practices of the projects promoted by current teachers, agroecological activities performed, the FF activities triggered by local farmers, as opposed to that ideology of the Green Revolution. Show, the group studied, stress, thoughts, challenges and opportunities experienced by CEIER's in the public schools, since their Pedagogical Proposals to consolidate data, which sometimes come close, sometimes deviate from the perspective of a JV. Opens perspectives for other academic studieses
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2336
Aparece nas coleções:PPGE - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_6262_JOSÉ PACHECO DE JESUS.pdf5.17 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.