Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2954
Título: Um gênero EJA em Vitória, Espírito Santo : uma experiência em formação
Autor(es): Kilian, Rafael Bastos
Orientador: Barros, Maria Elizabeth Barros de
Data do documento: 22-Abr-2014
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: Esta pesquisa, desenvolvida a partir do acompanhamento dos processos de gestão e trabalho da Escola de Ensino Fundamental Admardo Serafim de Oliveira (EMEF ASO), no município de Vitória, Espírito Santo, perseguiu responder a seguinte questão: Como o trabalho na Educação de Jovens e Adultos (EJA) se constitui como um gênero específico em meio ao gênero profissional docente? A escola na qual esse estudo foi realizado se destaca por ofertar exclusivamente essa modalidade de ensino e por fazê-la nos espaços próximos às populações atendidas, de forma itinerante, contribuindo assim para a compreensão deste questionamento. Para atingir o objetivo desta pesquisa, criou-se, portanto, uma caixa de ferramentas a partir do referencial teórico-metodológico da Clínica da Atividade, cujos conceitos nortearam a vivência institucional realizada. A partir dessa vivência, conjugada à realização de entrevistas e análise de documentos, foi possível destacar certas particularidades dessa modalidade de ensino, contribuindo assim para a afirmação da existência de um gênero EJA.
This study aimed to follow the work and management processes of Elementary School Admardo Serafim de Oliveira (EMEF ASO), in Vitória, Espírito Santo. This school stands out from others by exclusively offering Adult and Youth Education (EJA) and by making it available in close proximity to the communities which it caters to, through the use of itinerant classes. In order to analyze the school’s work and management processes this research was based on the theoretical framework of the Activity Clinic and an institutional living ensued. This research sought to highlight the specifics of the work of EMEF ASO’s educators through the analysis schools documents and worker interviews and it suggests that the work an EJA educator constitutes a professional genre in its own rights, which differentiates itself from the professional genre of mainstream education.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2954
Aparece nas coleções:PPGPSI - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_8494_Rafael Bastos Kilian.pdf686.9 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.