Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5413
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorOliveira, Elizabete Regina Araújo de-
dc.date.accessioned2016-08-30T10:50:04Z-
dc.date.available2016-07-11-
dc.date.available2016-08-30T10:50:04Z-
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufes.br/handle/10/5413-
dc.publisherUniversidade Federal do Espírito Santopor
dc.subjectControle da pressão arterialpor
dc.titleAssociação entre fatores de risco-qualidade de vida e controle da pressão arterial em hipertensos cadastrados em uma unidade de saúde da família, Vitória, ESpor
dc.typemasterThesiseng
dc.subject.udc614-
dc.subject.br-rjbnHipertensãopor
dc.subject.br-rjbnPressão arterial - Fatores de riscopor
dc.subject.br-rjbnQualidade de vidapor
dc.subject.br-rjbnSaúde públicapor
dcterms.abstractA hipertensão arterial é um dos maiores problemas de saúde pública do país, pela alta prevalência na população, e pela associação a agravos que podem causar incapacidades e/ou a morte. O controle da doença é complexo e exige mudanças nos hábitos relacionados aos fatores de risco. Isso pode interferir na percepção do indivíduo quanto a Qualidade de Vida, ocorrendo comprometimento no acompanhamento e nas adaptações que a doença hipertensiva requer. O objetivo geral do estudo foi investigar a associação entre fatores de risco/Qualidade de Vida e o controle da pressão arterial em hipertensos que utilizam medicação anti-hipertensiva, cadastrados na Unidade de Saúde da Família (USF) Maruípe, no município de Vitória, Espírito Santo. Utilizou-se metodologia de corte transversal, com abordagem quantitativa. Os critérios de inclusão foram: cadastro na USF Maruípe como hipertenso, utilização de medicação anti-hipertensiva e idade superior a 25 anos. A amostra foi composta por 331 pessoas distribuídas proporcionalmente, por sexo e faixa etária. Os dados foram coletados através do WHOQOL-bref, para percepção da Qualidade de Vida, e da identificação de fatores de risco: índice de massa corporal (IMC), razão cintura-quadril (RCQ) e pressão arterial não-invasiva. Na análise dos dados, utilizou-se o programa estatístico SPSS 13.0, para descrição dos dados e para análises os Testes de Mann-Whitney, Qui-quadrado e o Mantel-Haenszel. Os resultados identificaram associação no controle da pressão arterial do sexo masculino com o IMC, e do sexo feminino com o aspecto global da qualidade de vida. Portanto, a avaliação da QV e de medidas como estas utilizadas nesse estudo, são importantes como prática auxiliar na abordagem integral ao hipertenso.por
dcterms.abstractThe arterial hypertension is one of the most problems of public health of the country, for the high prevalence in the population, and by the association the damage that can cause incapacities and/or the death. The control of the disease is complex and requires changes in habits related to risk factors. This can intervene with the perception of the individual how much the quality of life, occurring occurring commitment in monitoring and adjustments in the hypertensive disease requires. The general objective of the study was to investigate the association between risk factors / Quality of Life and control blood pressure in hypertensive patients using anti- hypertensive medications, registered in the Unit for Family Health (USF) Maruípe, in the city of Vitoria, Espirito Santo . It was used method of cross section, with quantitative approach. Inclusion criteria were: register at USF Maruípe as hypertension, use of anti-hypertensive medications and aged over 25 years. The sample was composed of 331 people distributed proportionately, by sex and age. Data were collected through the WHOQOL-bref, for perception of Quality of Life, and the identification of risk factors: body mass index (BMI), waist-hip ratio (WHR) and non-invasive blood pressure. In the analysis of the data, it was used the statistical program SPSS 13.0 for description of the data and analyses to the Mann-Whitney tests, chi-square and of Mantel-Haenszel. The results association identified in the control of blood pressure males with BMI, and females with the global aspect of the quality of life. Therefore, assessment of QV and measures such as these used in this study are important and practicals to assist in addressing the full hypertensive.eng
dcterms.creatorBubach, Susana-
dcterms.formatTexteng
dcterms.issued2007-10-31-
dcterms.languageporpor
dcterms.subjectHipertensão arterialpor
dcterms.subjectHypertensioneng
dcterms.subjectRisk factorseng
dcterms.subjectQuality of lifeeng
dcterms.subjectControl of blood pressureeng
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Saúde Coletivapor
dc.publisher.initialsUFESpor
dc.subject.cnpqSaúde Coletivapor
dc.publisher.courseMestrado em Saúde Coletivapor
dc.contributor.refereeChor, Dora-
dc.contributor.refereeMaciel, Ethel Leonor Noia-
Aparece nas coleções:PPGASC - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_3009_2005_Suzana Bubach.pdf317.3 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.