Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5709
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorCade, Nágela Valadão-
dc.date.accessioned2016-12-23T13:47:03Z-
dc.date.available2013-02-04-
dc.date.available2016-12-23T13:47:03Z-
dc.identifier.citationPASSIGATI, Cynthia Perin. Análise da prevalência de alteração de taxa de filtração glomerular estimada em hipertensos atendidos na atenção primária do Município de Vitória, ES. 2011. 82 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Coletiva) - Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva, Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2011.por
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufes.br/handle/10/5709-
dc.publisherUniversidade Federal do Espírito Santopor
dc.rightsopen accessen
dc.subjectChronic renal failureeng
dc.titleAnálise da prevalência de alteração de taxa de filtração glomerular estimada em hipertensos atendidos na atenção primária do Município de Vitória, ESpor
dc.typemasterThesisen
dc.subject.udc614-
dc.subject.br-rjbnHipertensãopor
dc.subject.br-rjbnCuidados primários de saúdepor
dc.subject.br-rjbnTaxa de filtração glomerularpor
dc.subject.br-rjbnInsuficiência renal crônicapor
dcterms.abstractA hipertensão é a principal causa de doença renal crônica no Brasil e como monitorização da função renal, utiliza-se a estimativa da filtração glomerular (FG), pois a detecção precoce da doença renal torna-se a medida mais importante para retardar a progressão da doença, principalmente entre os considerados grupos de risco como hipertensos O estudo objetiva investigar a função renal de hipertensos atendidos na atenção primária do município de Vitória ES e três diferentes equações utilizadas para estimar a taxa de filtração glomerular. Trata-se de estudo transversal de dados secundários, observacional, com 754 hipertensos atendidos nas unidades de saúde, em 2009. Para análise estatística, utilizou-se o teste qui-quadrado e a concordância entre as equações foi analisada mediante teste Kappa. Houve predominância do sexo feminino (67,2%), excesso de peso (73,7%) e pressão arterial não controlada (56,9%). A média de idade foi de 58,18 anos (±13,52) e da creatinina sérica (CrS) 0,81mg/dl (±0,28). A prevalência da FG reduzida foi de 19% quando de 30 a 59ml/min e 1,6% quando de 29 a 15ml/min e apresentou-se 15 vezes maior em idosos, 4,93 vezes maior naqueles com CrS elevada, 2,19 vezes nos hipertensos com baixo peso e 1,6 vez mais prevalente em homem. Houve razoável, moderada e forte concordância entre as equações de Cockcroft-Gault e MDRD, Cockcroft-Gault corrigida e MDRD e Cockcroft-Gault e Cockcroft-Gault corrigida, respectivamente, apesar de utilizarem parâmetros distintos. Esses resultados mostram a importância de monitorar a função renal com vistas à intervenção precoce e retardamento da perda de função renal em hipertensos.por
dcterms.abstractHypertension is the main cause of chronic kidney disease in Brazil and as monitoring of renal function, it is used the estimation of glomerular filtration rate (GFR), because early detection of kidney disease becomes the most important measure to delay the progression of the disease, mainly among those considered risk groups such as hypertensives. The study aims to estimate the GFR by means of the Cockcroft-Gault equation and to investigate the consonance among the Cockcroft-Gault, the corrected Cockcroft-Gault for obese and the abbreviated-MDRD equations in hypertensive patients attended by the primary health care service in the city of Vitória - ES. It is a transversal study of secondary data, observational, with 754 hypertensive patients attended in health facilities in 2009. For statistical analysis, there has been used the chisquare test and the consonance among the equations has been analyzed by means of the Kappa statistics test. Patients were predominantly female (67.2%), overweight (73.7%) and uncontrolled blood pressure (56.9%). The average age was 58.18 years (±13.52) and the serum creatinine (SCr) 0.81 mg / dl (± 0.28). The prevalence of reduced GFR was 19% when from 30 to 59 ml/min and 1.6% when from 29 to 15 ml/min and was 15 times higher in the elderly, 4.93 times higher in those with elevated SCr, 2.19 times in low-weight hypertensives and 1.6 times more prevalent in men. There was reasonable, moderate and strong consonance among the Cockcroft-Gault and MDRD, the corrected Cockcroft-Gault and MDRD and Cockcroft-Gault and the corrected Cockcroft-Gault equations, respectively, despite using different parameters.eng
dcterms.alternativeAnalysis of the prevalence of rate change of glomerular filtration rate estimated in hypertensive patients attended in primary care in the Municipality of Vitória - ESeng
dcterms.creatorPassigatti, Cynthia Perin-
dcterms.formatText-
dcterms.issued2011-06-01-
dcterms.languageporpor
dcterms.subjectGlomerular filtration rateeng
dcterms.subjectPrimary health careeng
dcterms.subjectAtenção primária à saúdepor
dcterms.subjectHypertensioneng
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.departmentPolítica, Administração e Avaliação em Saúdepor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Saúde Coletivapor
dc.publisher.initialsUFESpor
dc.subject.cnpqSaúde Coletivapor
dc.publisher.courseMestrado em Saúde Coletiva-
dc.contributor.refereeMorelato, Renato-
dc.contributor.refereeZandonade, Eliana-
Aparece nas coleções:PPGASC - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Cynthia Perin Passigatti.pdf357.75 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.