Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7670
Título: Qualidade da madeira de clones de eucalipto utilizados na produção de celulose
Autor(es): Carneiro, Marcia Fernanda
Orientador: Oliveira, José Tarcísio da Silva
Coorientador: Vidaurre, Graziela Baptista
Data do documento: 30-Ago-2017
Citação: CARNEIRO, Marcia Fernanda. Qualidade da madeira de clones de eucalipto utilizados na produção de celulose. 2017. 79 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais) - Programa de Pós-Graduação em Ciências Florestais, Universidade Federal do Espírito Santo, Centro de Ciências Agrárias e Engenharias, Jerônimo Monteiro, 2017.
Resumo: Cultivado em larga extensão territorial no Brasil, o gênero Eucalyptus ganha destaque na economia nacional, sendo a principal fonte de matéria prima para a indústria de papel e celulose. Em decorrência de a madeira ser um material complexo e heterogêneo, o conjunto das suas propriedades varia em nível de gênero, espécie, indivíduo e também em nível celular. Alguns indicadores são comumente utilizados para definir a qualidade da madeira, dentre eles, destaca-se a densidade básica. Todavia, ressalta-se que as propriedades anatômicas devem ser estudadas a fim de se obter um melhor diagnóstico acerca da adequação da madeira para as mais diversas formas de uso. O objetivo geral desta pesquisa foi avaliar as propriedades físicas e anatômicas da madeira de clones de Eucalyptus grandis x Eucalyptus urophylla utilizados na produção de celulose. Foram avaliadas as propriedades da madeira de 12 clones, aos 6 anos de idade, oriundos de testes clonais localizados em Aracruz, ES, pertencentes a empresa Fibria Celulose S.A. Foram avaliadas 5 árvores por clone, perfazendo um total de 60 árvores. Os resultados indicaram a ocorrência de variações da densidade básica na direção base-topo, na direção medula-casca e entre os clones. Tendo sido observada uma variação da densidade básica média de 0,47 g.cm-3 a 0,59 g.cm-3 para os clones dois e nove, respectivamente. No sentido medula-casca, esta propriedade apresentou valores baixos nos primeiros centímetros a partir da medula, aumentando conforme proximidade com a periferia do tronco. O clone seis apresentou a maior média de velocidade de propagação da onda de tensão no sentido longitudinal do tronco, na região do diâmetro a altura do peito - DAP, diferindo estatisticamente dos demais. Quanto a anatomia da madeira, foram observadas variações nos aspectos quantitativos e qualitativos do lenho dos clones. As correlações foram elevadas e significativas entre altura total e DAP; densidade básica e espessura da parede celular das fibras; diâmetro do lume e frequência vascular; e ângulo microfibrilar - AMF e espessura da parede celular das fibras. Palavras-Chave: Densidade básica, anatomia da madeira, variabilidade, clones de eucalipto.
Grown in large scale in Brazil, the genus Eucalyptus is stands out in the national economy and is the main source of feedstock to pulp and paper industry. Because it is a complex and heterogeneous material, the set of wood properties vary from genus, species, individual and cell. Some indicators are common to define the quality of the wood, for example, the specific gravity. But, it is important that the anatomical properties are studied in order to make an accurate diagnosis regarding the final use of the wood. The general objective of this research was to evaluate the physical and anatomical properties of the wood of clones the Eucalyptus grandis x Eucalyptus urophylla for the production of cellulose. 12 clones were evaluated at 6 years old from clonal plantations located in Aracruz, state of Espírito Santo, Brazil, coming to the company Fibria Celulose S.A. Total of five trees were evaluated per clone, totalized sixty trees evaluated at the end. The results indicated variations in specific gravity along the trunk in the base-top direction and variations of the clones. In clones two and nine a variation of the mean specific gravity of 0.47 g cm-3 at 0.59 g cm-3 , respectively, was observed. In the pit-bark direction, the specific gravity had low values in the first centimeters of the radius and increased towards the periphery. The clone six presented the highest mean propagation velocity of the tension wave in the longitudinal direction of the trunk, in the DBH region and had a statistical difference. In the anatomy of the wood, variations in the quantitative and qualitative of the wood of the different genetic materials were observed. Correlations were high and significant between total height and DBH; Specific gravity and cell wall thickness of the fibers; Fire diameter and vascular frequency; and MFA and cell wall thickness of the fibers.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7670
Aparece nas coleções:PPGCF - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_11319_Dissertação MARCIA CARNEIRO 2017-Final.pdf3.24 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.