Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8252
Título: Caracterização morfométrica e mapeamento do uso do solo da Bacia do Rio Cricaré
Autor(es): Souza, Marcelo Araújo de
Orientador: Facco, Alexandro Gomes
Data do documento: 31-Mar-2016
Citação: SOUZA, Marcelo Araújo de. Caracterização morfométrica e mapeamento do uso do solo da Bacia do Rio Cricaré. 2016. 112 f. Dissertação (Mestrado em Agricultura Tropical) - Programa de Pós-Graduação em Agricultura Tropical, Universidade Federal do Espírito Santo, Centro Universtário Norte do Espírito Santo, São Mateus, 2016.
Resumo: O rio Cricaré faz parte da bacia hidrográfica do rio São Mateus, uma das regiões agrícolas mais importantes do estado do Espírito Santo. Nesta bacia estão os municípios com maior produção brasileira de café conilon, pimenta do reino, mamão, macadâmia, eucalipto, além da pecuária. No entanto, sua dinâmica hidrológica tem sido afetada por atividades antrópicas, ocasionando prejuízos diversos, como erosão, assoreamento e enchentes. Deste modo, faz-se necessário estudos e pesquisas que possam auxiliar na análise da dinâmica do uso e cobertura do solo, com destaque para as geotecnologias. Face ao exposto, o presente trabalho teve como objetivo geral a caracterização morfométrica e o mapeamento do uso das terras na Bacia Hidrográfica do Rio Cricaré utilizando técnicas de geoprocessamento e sensoriamento remoto em ambiente de Sistemas de Informações Geográficas (SIG). Para isso, gerou-se inicialmente o Modelo Digital de Elevação Hidrologicamente Consistente (MDEHC), a partir do projeto TOPODATA, disponibilizado no site do INPE na resolução 30 x 30m, e da hidrografia vetorizada. Posteriormente foram obtidas as principais características fisiográficas para estudo do comportamento hidrológico da bacia. O relevo é predominantemente ondulado e a altitude média é de 348,73 m. A área de drenagem encontrada foi de 4538,02 km² e o perímetro 615,58 km. Foram identificadas 3021 nascentes e 6268,67 km de cursos hídricos. As Áreas de Preservação Permanente (APPs) foram delimitadas sob a ótica da legislação ambiental em vigor, as quais representam 9,64% da bacia. A principal forma de uso da terra na bacia é a pecuária, com 55,92%. A área preservada com Mata Atlântica nativa é de 19,02%.
The river Cricaré part of the river basin Matthew, one of the most important agricultural regions of the state of Espirito Santo. In this basin are the cities with the largest Brazilian production conilon coffee, pepper, papaya, macadamia nuts, eucalyptus, as well as livestock. However, its hydrological dynamics has been affected by human activities, causing many damages such as erosion, siltation and flooding. Thus, it is necessary studies and research that can assist in the analysis of the use and land cover dynamics, especially the geotechnology. Given the above, this study aimed to the morphometric characterization and mapping of land use in the Basin Cricaré River using GIS and remote sensing techniques in Geographic Information Systems (GIS). For that was generated initially the Digital Elevation Model hydrologically consistent (MDEHC) from TOPODATA project, available at INPE website in resolution 30 x 30m, and vectored hydrography. Subsequently they were obtained for the main physiographic study of the hydrological behavior of the basin. The relief is predominantly wavy and the average altitude is 348.73 m. The drainage area of 4538.02 square kilometers was found and the perimeter 615.58 kilometers. 3021 springs and 6268.67 km of water courses were identified. The Permanent Preservation Areas (PPAs) were defined from the viewpoint of environmental legislation, which represent 9.64% of the basin. The main form of land use in the basin is cattle ranching, with 55.92%. The preserved area with native Atlantic Forest is 19.02%.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8252
Aparece nas coleções:PPGAT - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_8162_Dissertação (versão 1) - Marcelo Araújo de Souza.pdf3.93 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.