Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8265
Título: Variabilidade espacial de atributos físicos do solo sob lavoura de café conilon
Autor(es): SANTOS, Eduardo O. de Jesus.
Orientador: Gontijo, Ivoney
Data do documento: 14-Dez-2015
Citação: SANTOS, Eduardo O. de Jesus. Variabilidade espacial de atributos físicos do solo sob lavoura de café conilon. 2015. 88 f. Dissertaçao (Mestrado em Agricultura Tropical) - Programa de Pós-Graduação em Agricultura Tropical, Universidade Federal do Espírito Santo, Centro Universitário Norte do Espírito Santo, São Mateus, 2015.
Resumo: O conhecimento da variabilidade espacial dos atributos físicos do solo através do uso da geoestatística pode ser uma ótima ferramenta para auxílio do manejo da cafeicultura. Objetivou-se no presente estudo, determinar a variabilidade espacial dos atributos físicos do solo, bem como sua correlação espacial com a produtividade, além de delimitar zonas de manejo agrícola e propor uma metodologia de amostragem de solo que melhor se ajuste às condições do sistema de manejo. Conduziu-se o experimento em uma lavoura de café conilon, implantada em 2010 com o genótipo Bamburral, em um espaçamento duplo 3,0 x 2,0 x 1,0 m (4.000 plantas ha-1), localizada no município de São Mateus ES. Instalou-se uma malha de amostragem irregular, com dimensões de 107 x 95,7 m (10.240 m2). Em cada ponto amostral, coletaram-se amostras de solo para realizar análise física do solo, onde foram determinados os valores de densidade do solo (Ds), densidade de partículas (Dp), macroporosidade (Macro) e microporosidade do solo (Micro), volume total de poros (VTP) e as frações granulométricas do solo. A produtividade foi estimada por meio da colheita da planta de cada ponto amostral, sendo seu valor multiplicado pela população de plantas por hectare. Os dados foram submetidos à análise estatística descritiva, multivariada e geoestatística. Com exceção da Dp, todos os atributos físicos do solo apresentaram dependência espacial, com índice de dependência espacial forte e moderado. Com auxilio da técnica de análise de agrupamento, delimitou-se 2 zonas de manejo. A associação entre o conhecimento da variabilidade espacial com a definição de zonas de manejo pode ser usado para melhorar a eficiência de aplicação de insumos agrícolas. Verificou-se correlação espacial positiva para Macro e VTP e negativa para Ds, Micro e CAD com a produtividade do café conilon. Recomenda-se, em condições similares à área experimental, coletar 3 amostras deformadas e 11 amostras indeformadas de solo para a determinação dos valores médios dos atributos físicos do solo.
Knowledge of the spatial variability of soil physical properties through the use of geostatistics can be a great tool to aid the management of coffee. The aim of this study was to determine the spatial variability of soil physical properties and their spatial correlation with productivity, and delimit agricultural management zones and propose a soil sampling methodology that best fit to the management system conditions. The experiment was conducted in a conilon coffee plantation, deployed in 2010, with the Bamburral genotype, in a double spacing 3.0 x 2.0 x 1.0 m (4,000 plants ha-1 ), located in São Mateus, state Espirito Santo, Brazil. It was installed an irregular sampling grid with dimensions of 107 x 95.7 m (10,240 m2 ). At each sampling point, soil samples were collected for physical analysis of the soil, where it was determined the soil bulk density (Ds), particle density (Dp), macroporosity (Macro) and soil microporosity (Micro), total porosity (VTP) and the size fractions of soil. The productivity was estimated through the in plant harvest for each sampling point, and its value multiplied by the population of plants per hectare. The data were submitted to descriptive statistical analysis, multivariate and geostatistical. Except for Dp, all physical soil attributes presented spatial dependence, with strong and moderate spatial dependency index. With the help of cluster analysis technique, it was delimited two management zones. The association between knowledge of the spatial variability with the definition of management zones can be used to improve application efficiency of agricultural inputs. There was a spatial correlation positive to Macro and VTP and negative for Ds, Micro and CAD with productivity conilon coffee. It was recommended, in similar conditions to the study area, collect 3 deformed samples of soil and 11 undisturbed soil samples to determine the average values of the soil physical properties.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8265
Aparece nas coleções:PPGAT - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_9397_Dissertacao-Eduardo.pdf1.99 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.