Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8608
Título: As mediações do direito à educação básica e profissional na rede federal : inserção e permanência no curso PROEJA de Edificações do IFES-Campus Vitória 2010-2014
Autor(es): Nunes, Reginaldo Flexa
Orientador: Lima, Marcelo
Data do documento: 3-Jul-2017
Citação: NUNES, Reginaldo Flexa. As mediações do direito à educação básica e profissional na rede federal : inserção e permanência no curso PROEJA de Edificações do IFES-Campus Vitória 2010-2014. 2017. 150 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal do Espírito Santo, Centro de Educação, Vitória, 2017.
Resumo: A presente investigação situa-se na confluência dos campos da Educação de Jovens e Adultos e do Trabalho e Educação, e tem como objeto de estudo o Curso Proeja de Edificações do Ifes campus Vitória no período de 2010 a 2014. O intuito desse trabalho é problematizar a permanência escolar dos sujeitos do Proeja na perspectiva do materialismo histórico dialético. A abordagem metodológica constituiu-se de cunho qualitativo organizado a partir de entrevistas semi-estruturadas com os sujeitos da EJA, mas também abordou aspectos quantitativos da oferta do Proeja informado por fontes documentais. Do ponto de vista da evolução das matrículas, o Proeja vem sofrendo um processo de esvaziamento e não consolidação como afirma Vitorette (2014), o que sinaliza que esta política vem sendo preterida em função de outras como o PRONATEC. Consideramos o Proeja uma política pública que se insere no contexto de lutas sociais onde a inserção e a permanência escolar se manifestam como resistência da classe trabalhadora. Neste processo, as mediações socioeconômica e educacional-cultural apresentam-se como campos complexos de interesses em conflito que apesar das dificuldades possibilitam aos sujeitos da EJA permanecerem na instituição de ensino. A assistência estudantil representou um importante elemento da mediação ao atuar no atendimento ao aluno. A relação professor-aluno a despeito dos conflitos está se constituindo no diálogo possibilitando superação de rígida hierarquia e viabilizando o processo ensino-aprendizagem. A família, a experiência de vida e a trajetória escolar deste público no retorno à escola mostraram-se elementos potencializadores da permanência escolar, pois constituíram-se em forças de superação. Como política conciliatória de classe, o Proeja sofre o limite estrutural do sistema capitalista, onde se pode até alcançar a emancipação política, mas isso não significa alcançar a emancipação humana.
The present research is located at the confluence of the fields of Youth and Adult Education and of Work and Education, and has as object of study the Proeja Course of Buildings of the Ifes campus Vitória in the period from 2010 to 2014. The purpose of this work is to problematize the school stay of the Proeja subjects in the perspective of dialectical historical materialism. The methodological approach consisted of a qualitative approach organized from semi-structured interviews with the subjects of the EJA, but also approached quantitative aspects of Proeja's supply informed by documentary sources. From the point of view of the evolution of enrollments, Proeja has undergone a process of emptying and non-consolidation as Vitorette (2014) affirms, which indicates that this policy has been deprecated in function of others such as PRONATEC. We consider Proeja a public policy that is inserted in the context of social struggles where insertion and school permanence are manifested as resistance of the working class. In this process, socioeconomic and educational-cultural mediations present themselves as complex fields of conflicting interests that, despite the difficulties, allow the subjects of the EJA to remain in the educational institution. Student assistance represented an important element of mediation when acting in the care of the student. The teacher-student relationship in spite of the conflicts is being constituted in the dialogue, allowing the overcoming of a rigid hierarchy and making possible the teaching-learning process. The family, the life experience and the school trajectory of this public in the return to the school showed themselves to be potential elements of the school permanence, since they were in forces of overcoming. As a class conciliatory policy, Proeja suffers the structural limit of the capitalist system, where one can even attain political emancipation, but this does not mean achieving human emancipation.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8608
Aparece nas coleções:PPGE - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_11304_1 DISSERTAÇÃO - REGINALDO FLEXA NUNES - versão final.pdf1.27 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.